A luta pela vacina contra a malária

today-world-malaria-day-2012_2542012

A cada 45 segundos uma criança africana morre de malária, uma doença que pode ser facilmente tratada, mas que o descaso dos países ricos insiste em fazê-la letal.

O médico catalão Quique Bassat trabalha para desenvolver uma vacina contra a malária. Por seus trabalhos em Moçambique, Papua Nova Guiné e Brasil ele acaba de ser premiado pela JCI, ligada à ONU, como um dos jovens mais destacados do mundo. Em bom português, ele fala à RNE/ Radio Exterior de España (2’20”).

Nesta entrevista à rádio, ele explica o por quê de esta doença, de fácil tratamento, ainda provocar uma mortalidade tão alta. Também fala de prevenção e das investigações científicas para tratar e erradicar esta doença.

PLAY
0