As favelas como política de resistência

ImagemPara quem busca entender o fenômeno das FAVELAS: surgimento das primeiras favelas no Rio, quando começaram a se preocupar com a reurbanização, em lugar da demolição, como funciona o premiado projeto de intervenção urbana “Morar Carioca”, a favela como política de resistência, apropriação do espaço público, negociações com os narcotraficantes para entrar no morro…

Interessante pensar as favelas como uma RESISTÊNCIA POLÍTICA – depois de tantos anos de luta contra as medidas de remoção e demolição das favelas, essa é uma maneira de as pessoas declararem que querem fazer parte da cidade. Que a cidade não acaba onde acaba a cidade formal.

Dois arquitetos e urbanistas falam sobre o tema. Sérgio Magalhães é presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil e professor da UFRJ. Ele também foi secretário de Habitação do Rio. Andrea Cardoso é gerente de projetos da secretaria de Habitação da Prefeitura do RJ. Ela coordena projetos do “Morar Carioca”, iniciativa que acaba de receber o prêmio “City to City”, concedido pelo Foment de les Arts i del Disseny, de Barcelona. 10’30”

PLAY