Batuque é mais que tambor, é luta

Imagem_batuqueNos dicionários, a acepção “batuque” está associada a ruídos de golpes repetidos, um tipo de tambor ou até mesmo a qualquer música e dança de origem africanas. Mas batuque é muito mais do que isso. Nasceu como uma luta no Recôncavo Baiano, antes mesmo de existir a capoeira. A luta, uma manifestação brasileira inspirada na cultura africana, é a semente da capoeira e até mesmo do samba.

Esta revelação é assunto do livro “Batuque, Luta Braba“. A obra é do historiador Frede Abreu, falecido em 2013, que o escreveu com a intenção de difundir a origem da luta-dança batuque. Investigar a origem do batuque não foi fácil. Para resgatar esta história, Frede Abreu recorreu até a registros policiais da época.

homens001 O livro nem bem foi lançado no Brasil e já chegou à Espanha. Em seu lançamento em Barcelona, conversei com a filha do autor, Elsinha Abreu. Ela fala, nesta conversa, sobre o porquê de o batuque ter deixado de existir, cedendo seu lugar por completo à capoeira.

Mas não é só o ouvinte se surpreende com esta entrevista. Elsinha também foi surpreendida pelo fato de a batucada, desta vez a musical, ter se incorporado totalmente à cultura catalã, onde há cada vez mais grupos de percussão inspirados nos ritmos afro-brasileiros.

Escute a entrevista transmitida pela Radio Nacional de España/ Radio Exterior a partir do minuto 4’00”.

1