Brasil dá alento a arquitetos espanhóis

A bolha imobiliária foi um dos estopins da crise econômica que atravessa a Espanha. E agora, anos depois do boom do setor,  a sociedade e o setor de construção civil vivem duras consequências. Há cada vez mais gente despejada de suas casas e, nas ruas, ver um edifício em construção é coisa rara. A crise também atingiu em cheio um setor do qual a Espanha sempre se gabou: o de arquitetura. Este mercado passa por uma precarização sem precedentes e anualmente milhares de espanhóis deixam o país para tentar a vida no exterior. Muitos têm de exercer a profissão ilegalmente em outros países,  entre eles o Brasil, sujeitando-se a baixos salários e muita exploração.

Mas há um grupo de arquitetos que emigraram ao Brasil e não têm do que reclamar. Ao contrário. As oportunidades de negócios são crescentes e vão desde a construção de casas populares, aproveitando o incentivo do programa Minha Casa Minha Vida, até o planejamento turístico. A partir do minuto 4’40” você escuta uma conversa com três renomados arquitetos na Espanha sobre as oportunidades que eles estão agarrando no Brasil.

PLAY
Foto: Marco Cutrone

Foto: Marco Cutrone

 

1