Sociedade

  • Batuque é mais que tambor, é luta

    By Michelly Teixeira on 16 de October de 2014
    Nos dicionários, a acepção "batuque" está associada a ruídos de golpes repetidos, um tipo de tambor ou até mesmo a qualquer música e dança de origem africanas. Mas batuque é muito mais do que isso. Nasceu como uma luta no Recôncavo Baiano, antes mesmo de existir a capoeira. A luta, uma manifestação brasileira inspirada na cultura africana, é a semente da capoeira e até mesmo do samba. Esta revelação é assunto do livro "Batuque, Luta Braba". Elsa Abreu, filha do autor desta obra, nos dá preciosas informações sobre o batuque.
  • Cinema para empoderar e promover o pensamento

    By Michelly Teixeira on 15 de October de 2014
    Mais que uma técnica, o cinema é uma janela. Dela, não só é possível ver o mundo de diversos ângulos, como também se expressar a quem está do lado de fora. Em alguns casos, pode até representar um instrumento de resgate. É o que se propõe o Link Conexão Audiovisual, coletivo que, com ajuda do vídeo, quer empoderar jovens imigrantes de Barcelona e da periferia de Salvador. A ideia é utilizar a linguagem cinematográfica para estimular o debate sobre identidade, imigração e democratização da informação. Que surpresas são reveladas a partir destas empatias e estranhamentos? Descubra nesta entrevista.
  • Peu Meurray transforma lixo em música e inserção social

    By Michelly Teixeira on 10 de October de 2014
    No universo alternativo baiano, este artista é rei. Sua arte é carregada de um componente social, para não dizer também ecológico. Ecológico pela fabricação de tambores de pneus. Social pelos projetos com crianças e adolescentes de comunidades carentes. Falo do percussionista e artista plástico Peu Meurray, que formou dezenas de jovens, ensinando música, conceitos de reciclagem e promovendo inserção social. Nesta entrevista, ele fala do seu projeto artístico e socioambiental e conta como foram os primórdios de seu trabalho de converter lixo em luxo, muito antes de a reciclagem se tornar moda.
  • Eleições em um Brasil que não se sente representado

    By Michelly Teixeira on 4 de October de 2014
    Falta muito pouco para o desfecho de uma campanha eleitoral que reservou lances inesperados ao noticiário político brasileiro, com muita oscilação nas intenções de voto do eleitorado e um ambiente social buliçoso. A escolha do presidente que comandará o Brasil nos próximos quatro anos sucede a onda de manifestações em 2013 e 2014, protestos massivos, horizontais, majoritariamente apartidários e que deram a clara dimensão de que o brasileiro se sente órfão de representação política institucional. Sônia Fleury, doutora em Ciências Políticas e professora titular da FGV-RJ, fala sobre este momento de agitação política e dá seus prognósticos.
  • Extrema-direita faz da Europa um barril de pólvora

    By Michelly Teixeira on 1 de August de 2014
    A Europa em crise passa por uma onda de crescimento dos partidos de extrema-direita. Além de contaminarem as instituições políticas, em alguns países o radicalismo e a intolerância já estão infiltrados na sociedade. A Espanha corre o risco de chegar à situação a que chegaram, por exemplo, Grécia e França? O sociólogo e professor Xavier Torrens fala sobre o avanço da xenofobia e as políticas públicas que a Europa, em particular a Espanha, tem dirigido à população estrangeira.
  • Planejamento urbanístico para mudar a sociedade

    By Michelly Teixeira on 31 de July de 2014
    Diogo Pires Ferreira é arquiteto e urbanista. Durante uma temporada de estudos em Barcelona, teve uma ideia para melhorar a paisagem urbanística e a mobilidade urbana da cidade e parte dos seus planos já estão sendo implementados. De volta ao Brasil, ele tem avançado com o projeto "Cidade Ideia", que está dando forma a transformações urbanísticas sem precedentes em cidades brasileiras. Escute a entrevista e saiba como a reordenação dos planos urbanos pode mudar a sociedade.
  • Música para harmonizar o corpo e a mente

    By Michelly Teixeira on 23 de July de 2014
    Pitágoras e seus discípulos acreditavam que a música seria uma espécie de medicina para equilibrar os humores do corpo e da mente. Mas a ideia do som como instrumento de cura persiste. Cada vez mais, especialistas têm utilizado como terapia esta prática ancestral. Este é o caso de Pedro Collares, que trouxe à Europa os cânticos sagrados dos índios Yawanawá, da Amazônia Brasileira. Escute a entrevista e como soam os cantos e os instrumentos musicais utilizados na terapia do som.
  • Quando o português se firmará como uma língua global?

    By Michelly Teixeira on 18 de July de 2014
    Cerca de 260 milhões de pessoas falam português ao redor do globo. Porém, apesar de seu peso demográfico, o idioma ainda não conseguiu projeção cultural e econômica. Além da falta de coesão linguística, há razões históricas e sociais para esta fragmentação na identidade linguística dos países lusófonos. Quem nos dá a exata dimensão destes entraves é o diretor do Instituto Camões em Barcelona e professor de filologia românica na Universitat Autònoma (UAB), Jordi Cerdà.
  • Pelos rincões mais ermos da Catalunha

    By Michelly Teixeira on 16 de July de 2014
    Em um mundo cada vez mais urbano, onde a pressa e as aglomerações ditam o ritmo e o rumo, é difícil imaginar a que passo vão as microcidades, o que acontece nestes rincões e que histórias seus habitantes têm para contar. Com uma furgoneta na estrada e muitas ideias na cabeça, o fotógrafo Edu Bayer e o jornalista Marc Serena decidiram investigar como vivem os moradores das menores cidades da Catalunha. Saiba como, com o MicroCatalunya, eles estão mapeando e documentando municípios com menos de 500 habitantes.
  • Gastronomia com sustentabilidade

    By Michelly Teixeira on 15 de July de 2014
    Quando um restaurante se propõe a ser “sustentável”, pensamos de cara no meio-ambiente. Mas dentro desta palavra cabem muitas outras acepções, como sugere o empresário espanhol Antonio Alcaraz. Seu mais novo empreendimento no Rio de Janeiro, o restaurante Ibérico, também quer ser sustentável do ponto de vista sócio-econômico. Confira a entrevista para saber como, neste caso, a gastronomia pode se converter em uma ferramenta de transformação.
  • Això no és africà!

    By Michelly Teixeira on 11 de July de 2014
    Há 4.000 anos, dois homens foram enterrados juntos no Egito e, em sua tumba, além da inscrição "Unidos no bendito estado da morte", se vê uma pintura que pode ser a primeira representação de um primeiro beijo gay da história da humanidade. Porém, para a África de hoje, este comportamento "não é africano". Durante sete meses, o jornalista Marc Serena percorreu 15 países africanos para falar da perseguição aos homossexuais, em muitos casos punidos com pena de morte.
  • A desconhecida história da escravidão na Espanha

    By Michelly Teixeira on 16 de June de 2014
    Um tema muito pouco ou nada explorado, quase esquecido nos dias de hoje, é a escravidão na Espanha. O país foi o último no continente europeu a abolir a escravidão, em 1837, embora a prática continuasse nas colônias espanholas até o final do século XIX, no caso de Cuba em 1886. Em âmbito mundial, a Espanha só ficou atrás do Brasil na demora em abolir a escravatura. Por que o país ibérico demorou tanto em abolir a escravidão? A professora Maria Dolores Domingo Acebrón, diretora da cátedra Rafael Maria de Labra, do Ateneu de Madrid, nos explica.
  • Ciro de Quadros, incansável no impulso à vacinação

    By Michelly Teixeira on 11 de June de 2014
    Há pessoas que passam pelo mundo e conseguem deixar na sociedade uma marca indelével. Este é o caso de Ciro de Quadros, epidemiologista brasileiro que se consagrou como um dos cientistas pioneiros na erradicação da varíola no mundo e na eliminação da poliomelite, do sarampo e da rubéola na América. O cientista gaúcho morreu no último 29 de maio, aos 74 anos, em sua casa nos Estados Unidos. Para conhecer os feitos desse brilhante cientista e humanista, escute a reportagem.
  • Brasil pré-Copa, barril de pólvora

    By Michelly Teixeira on 5 de June de 2014
    A contagem regressiva para o início da Copa do Mundo já foi dada. A apenas uma semana para a abertura da maior contenda futebolística do planeta, é grande a ansiedade em torno das manifestações que estalam no país. Os "Black Blocs", manifestantes mascarados que já investiram com violência contra emblemas do poder, como o de bancos e da polícia, prometeram atuar neste período em que a atenção do mundo estará toda voltada ao Brasil. Conversamos com uma especialista no tema sobre o que é que nos espera.
  • Brasil tenta se adaptar a nova onda migratória

    By Michelly Teixeira on 4 de June de 2014
    O Brasil enfrenta novos desafios. Ter voltado ao mapa dos países receptores de imigrantes levou o Brasil a repensar suas políticas de imigração. Por outro lado, existe outro ponto de vista a respeito do novo fluxo de entrada, que é o do cidadão brasileiro. Historicamente conhecido por sua hospitalidade, o país agora estampa sua face preconceitusa com a chegada de vizinhos latino-americanos, que constituem maioria neste processo migratório.