“Trapusteros” retorna à Espanha com bonecos falando em português

"Los Cuentos de Otro", ou, na versão em português, "Este Conto não é meu"

“Los cuentos de otro”, ou, na versão em português, “Este conto não é meu”

Marcos Pena é espanhol, de uma pequena cidade que faz fronteira com a França, mas há três anos decidiu fazer do Brasil o seu porto-seguro. Em terras tupiniquins, dá sequência a um trabalho no qual se iniciou há anos aqui na Espanha, o teatro de bonecos.

Com a companhia de teatro “Trapusteros“, Pena consegue fazer mágica com seus bonecos de luva: atrai a atenção das crianças a uma arte milenar e consegue que os pequenos se desconectem das telas de celulares e tablets.

Depois de rodar mundo, Marcos Pena foi ao Brasil para se maravilhar e aprender com uma cultura de teatro de bonecos desconhecida pela maioria dos brasileiros. De todos os teatros de bonecos espalhados pelo país, os “mamulengos”, da região Nordeste do Brasil, são os mais conhecidos. Mas cada região do país tem suas tradições nesta arte que continua encantando as crianças. Pena diz que retorna a terras ibéricas culturalmente mais rico.

Regresso à Espanha com língua e sotaque brasileiros

O curioso é que Marcos Pena regressa ao seu país natal com uma peça em português, “Este conto não é meu“. A obra de teatro de bonecos, que não só se desenrola em português, mas apresenta elementos da cultura brasileira, foi apresentada em Barcelona na Casa América Catalunya.

Los cuentos de otros 065Nesta entrevista concedida à RNE/ Radio Exterior de España (Minuto 4’52”), Marcos Pena conta detalhes do espetáculo, fala da milenar arte de dar vida a bonecos e como as crianças da nova geração reagem a este mundo de fantasia e imaginação.

PLAY

 

Fotos gentilmente cedidas por Marcos Pena

0