Coral faz ecoar ritmos da Catalunha e da América do Sul

Dizem que às vezes é preciso se distanciar para ver as coisas com mais clareza. É exatamente esta a sensação de muitos sul-americanos que moram na Europa. Ao ver as coisas de outra perspectiva, os expatriados acabam reconhecendo melhor a beleza e as contradições de seu povo. E também ganham algo muito valioso: conhecer novas culturas, novas maneiras de se relacionar com o mundo. É esta a proposta do coral Americat: evidenciar a diversidade cultural e integrar as culturas da Catalunha e dos países da América do Sul. O coral, que acaba de ser criado em Barcelona, terá em seu repertório canções populares cantadas em catalão, português brasileiro e em espanhol, com toda a riqueza de sotaques do castelhano que se fala “del otro lado del charco”, como dizem por aqui.

O idealizador do projeto, que conta com o apoio da Casa América Catalunya, é Rafa Barbaro, musicista de formação que há mais de trinta anos se dedica à regência de corais. Para o Americat, o maestro tomou uma decisão que para muitos é bastante arriscada: misturar no mesmo coral pessoas com muita experiência e outras que nunca cantaram diante de um público. Rafa Barbero e alguns coralistas falam mais sobre o projeto nesta reportagem emitida pela Radio Nacional de España / Radio Exterior (apresentação no minuto 13’55”, reportagem no 14’26”).

PLAY
Foto: Michelly Teixeira

Foto: Michelly Teixeira

 

3