De malas prontas para buscar trabalho

É outro contexto, mas os espanhois que não conseguem trabalho se vêem obrigados a fazerem as malas, como fizeram seus antepassados décadas atrás

É outro contexto, mas os espanhois que não conseguem trabalho se vêem obrigados a fazer as malas, como fizeram seus antepassados

Os fluxos migratórios se inverteram com a crise. Os países ricos, que sempre foram destinos tradicionais daqueles que procuravam mais oportunidades de trabalho e melhores condições de vida, estão vendo como a entrada de imigrantes cai à medida  que os problemas econômicos persistem. Por outro lado, são seus próprios cidadãos que estão vislumbrando no exterior uma saída para a recessão e o desemprego.

Na Espanha, onde a taxa de desemprego entre jovens de até 25 anos supera os 50%, muitos já estão de malas prontas e, outros, não descartam abandonar o país em algum momento. Nesta matéria, discorro sobre o êxodo de espanhóis a outros países, em busca de trabalho, sobre o perigo de uma fuga de talentos. Minuto 10’55”

PLAY
0