A desconhecida história da escravidão na Espanha

imagem_grilhoesUm tema muito pouco ou nada explorado, quase esquecido nos dias de hoje, é a escravidão na Espanha. O país foi o último no continente europeu a abolir a escravidão, em 1837, embora a prática continuasse nas colônias espanholas até o final do século XIX, em 1886 no caso de Cuba. Em âmbito mundial, a Espanha só ficou atrás do Brasil na demora em abolir a escravatura.

O tráfico de escravos pela Espanha começou antes do século XVII, quando o país, dono de praticamente toda a América, começou a tirar proveito econômico de suas colônias. Possuir colônias era o que designava uma nação forte, como pontua a professora Maria Dolores Domingo Acebrón, diretora da cátedra Rafael Maria de Labra, do Ateneu de Madrid, em entrevista à Radio Nacional de España/ Radio Exterior.

Na reportagem abaixo, que começa no minuto 0’50”, a acadêmica explica de onde vinham os negros submetidos a trabalhos forçados pelos espanhóis, que na península eram os árabes os escravizados, como a escravidão estava regularizada e qual a relação entre Espanha e Brasil na luta pela abolição. Confira!

PLAY