Dois anos após terremoto, Haiti ainda está debaixo de escombros

Dois anos se passaram desde que um terremoto de 7,3 graus na escala Richter devastou o Haiti e matou mais de 220 mil pessoas. Mas o sentimento geral é de que a reconstrução ainda está por começar. Mais de meio milhão de pessoas ainda vivem em barracas de lona no país. Dos quase US$ 5 bilhões prometidos para levantar o Haiti até o fim de 2011, a comunidade internacional entregou apenas 43%, segundo as Nações Unidas.

O dado é preocupante, já que 70% do orçamento do governo haitano depende da ajuda de órgãos internacionais. Em um país que já atravessava grandes problemas estruturais, com cerca de 80% da população vivendo na linha de pobreza antes do terremoto, os desafios são ainda mais difíceis. Representantes de organizações não-governamentais nos atualizam sobre a situaçãoa do Haiti e enfatizam que, mais do que nunca, o momento é de ação. Confira esta reportagem preparada para a RNE/ Radio Exterior de España.

PLAY

0