Espanha assiste apática ao êxodo de cientistas

imagem_ciencia_Três jovens de diferentes partes da Espanha, três relatos com muitos pontos em comum. Eles dividem a paixão pela ciência e a dedicação profissional ao que há de mais avançado na tecnologia e na pesquisa científica. E também compartilham um dissabor: a consciência de que a Espanha está retrocedendo na investigação científica.

Javier Santaolalla Camino, Teresa Aparicio y Marga Gual Soler são cientistas que estão despontando no mundo da pesquisa. Mas a Espanha, que antes lhes havia proporcionado formação acadêmica, está saindo do mapa de oportunidades destes jovens.

Estima-se que o investimento público em pesquisa científica tenha caído cerca de 40% desde 2009. Diante desta situação, os cientistas espanhóis não têm outra alternativa que buscar reconhecimento fora de sua terra natal. Confira os relatos destes três cientistas nesta reportagem emitida pela Radio Nacional de España/ Radio Exterior de España (a partir do minuto 1’02”).

PLAY
2