A música mestiça do “catalarioca” Wagner Pa

imagem_brazucaPaSamba, funk, jazz, afrobeat, soul, pop e, alguns casos, até chanson française. A música de Wagner Pa carrega a mestiçagem em todas as suas notas. E não era para menos: além de ter herdado a riqueza cultural da música brasileira, o artista se contagiou pelos 27 anos de vivência numa cidade tão cosmopolita como Barcelona. O resultado é a profusão de sonoridades que você pode conferir nesta entrevista emitida pela RNE/ Radio Exterior de España (minuto 3’29”).

Depois de colaborar nos tempos áureos de Manu Chao, Macaco, Ojos de Brujo, Wagner Pa já lançou quatro discos solo. O último, Forn de Pa (2013), mais acústico e intimista, vem depois de um silêncio discográfico de quase sete anos. Nesta conversa, Wagner Pa fala desta ausência temporária, conta sobre suas criações, como o processo migratório enriqueceu sua música e revela os feitos e projetos de sua banda, a Brazuca Matraca. Agora, este “catalarioca”, como ele mesmo se define, prepara uma série de concertos para o verão barcelonês.

PLAY
4