Espanha deve interferir na nacionalização da YPF?

A Argentina anunciou o que a Espanha temia: o país anunciou a expropriação a YPF da espanhola Repsol. O governo de Cristina Kirchner aprovou a nacionalização da YPF, ficando com 51% da petrolífera que pertencia à espanhola Repsol.

A decisão virou assunto de estado pelo governo de Mariano Rajoy, que considerou a expropriação um “ato de agressão” e anunciou que tomaria medidas. Mas o governo espanhol deve intervir em um assunto que diz respeito a uma empresa? Pedro Talavera, professor de Economia Aplicada da Universitat de Barcelona (UB), especialista em América Latina, faz uma análise sobre o tema nesta entrevista emitida pela RNE/ Radio Exterior de España (minuto 8’40”).

PLAY
0