Reciprocidade diplomática: solução ou revanche?

aeroportoA decisão do governo do Brasil em aplicar o princípio de reciprocidade e, com isso, dificultar a entrada de espanhóis em território brasileiro, provocou o alerta na Espanha. A diplomacia espanhola reforçou os seus contatos com a parte brasileira, com o objetivo de resolver a questão no menor tempo possível, em uma época de crescente emigração de mão-de-obra do país europeu a destinos como o Brasil.

Seguindo a lógica de aplicar o mesmo tipo de tratamento, o Itamaraty resolveu fazer exigências similares às que a Espanha faz para permitir o ingresso de brasileiros em seu solo. A partir de 2 de abril, o Brasil pedirá comprovantes de hotéis, passaporte com pelo menos seis meses de validade, passagem de volta e recursos financeiros para que o turista espanhol entre no país.

Caso contrário, ele poderá ser devolvido, como aconteceu em muitos casos com brasileiros que não puderam atender todas as exigências. Elas são as mesmas feitas pela Espanha para os brasileiros que viajam ao país. A decisão do Ministério brasileiro das Relações Exteriores foi tomada depois de uma série de negociações frustradas para tentar diminuir as dificuldades enfrentadas por seus cidadãos, muitos deles barrados nos aeroportos espanhóis. Michelly Teixeira trata sobre tudo isso nesta reportagem emitida pela RNE/ Radio Exterior de España.

PLAY
0